Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Esportes
17.04.2018 - 08h56 | Eldení Alves
Desportiva Guarabira pretende acionar a Justiça para suspender Paraibano 2018
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+
O advogado Fábio Mariano, vice-presidente da Associação Desportiva Guarabira (ADG) disse, durante entrevista a uma emissora de rádio guarabirense nesta segunda-feira (16), que estuda a possibilidade de entrar com ação na Justiça para tentar suspender a decretação do resultado do Campeonato Paraibano, edição de 2018.
 
Segundo Mariano, a ação poderá ser impetrada em instância superior, uma vez que a FPF (Federação Paraibana de Futebol) já declarou o Botafogo campeão do certame. A Desportiva acionará a Justiça em virtude das denúncias do MPPB e da Polícia Civil envolvendo árbitros paraibanos e a própria federação. 
 
Neste domingo (15), Fábio Mariano divulgou uma nota nas redes sociais, destacando a preocupação da Desportiva Guarabira em relação ao apurado na “Operação Cartola”. O dirigente chega a publicar que intenção do Azulão do Brejo é restabelecer a verdade e a moralidade do futebol paraibano.
 
O time da Desportiva Guarabira disputou a primeira divisão do Campeonato Paraibano desse ano e foi rebaixado. O clube também reclama de resultados adversos e da atuação de alguns árbitros em jogos considerados decisivos para a permanência da equipe na Séria A do certame.
 
Veja a nota
 
Associação Desportiva Guarabira, vêm de público repudiar veementemente os últimos fatos acontecidos e expressa a sua preocupação com futebol paraibano, principalmente logo após a referida “Operação Cartola”, deflagrada pela Policia Civil e o Ministério Público da Paraíba, neste momento de total decepção e tristeza por tudo que está acontecendo, o nosso clube analisa a possibilidade de entrar com uma ação na justiça para o restabelecimento da verdade e da moralidade do futebol paraibano.
 
A.D.G
 
 
 
 
 
Fonte: Fato a Fato
 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2018 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo