Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Política
16.06.2017 - 08h17 | Wscom
Efraim concorda com adiamento de recesso para analisar denúncia contra Temer
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+

O deputado federal paraibano e líder do Democratas no Congresso, Efraim Filho, defendeu a tese levantada pelo presidente da Casa e seu colega partidário, Rodrigo Maia (Dem-RJ), de suspender o recesso parlamentar para analisar eventual pedido de denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer.

Efraim deixou claro que o parlamento não pode agir “com inércia ou omissão” e que a sociedade exige respostas rápidas para superar a crise institucional vivida pelo país.

"É difícil comentar hipóteses. Não sabemos que data chega a eventual denúncia, com que conteúdo, com que elementos de prova. O que não devemos é responder com inércia ou omissão. A sociedade espera respostas rápidas e superação da crise e o Congresso tem de fazer sua parte”, comentou.

Denúncia

A eventual denúncia teria como base a gravação de uma conversa entre Temer e o presidente da JBS, Joesley Batista, além de delações de executivos da empresa.

O possível pedido, a ser apresentado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), acusaria o presidente da República dos crimes de obstrução de Justiça, corrupção passiva e participação em organização criminosa.

A denúncia começaria a tramitar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Para que a investigação tenha andamento é necessária a autorização de, no mínimo, dois terços dos representantes da Câmara. O recesso parlamentar está previsto para começar no dia 18 de julho.

Entretanto, para que seja suspenso é preciso a convocação conjunta dos presidentes da Câmara e do Senado ou a aprovação de um requerimento com esse pedido pela maioria absoluta dos integrantes das duas casas, ou seja, pelo menos 257 deputados e 42 senadores.
 

 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2017 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo