Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Esportes
12.05.2017 - 16h44 | RT
Piqué negocia com ATP e ITF para criar Copa do Mundo de tênis, diz jornal
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+

Alvo de crítica das principais estrelas do circuito, a tradicional Copa Davis pode estar perto do fim. De acordo com o diário espanhol "Marca", o investidor interessado na mudança seria Gerard Piqué, estrela do Barcelona.

Ele se encontrou com o presidente da ATP, Chris Kermode, nos bastidores de Madri e estaria negociando com a ATP e a ITF para criar uma Copa do Mundo. O novo formato proposto seria de uma competição entre 16 países que se enfrentariam durante uma semana pelo título e substituiria o tradicional formato da Davis.

Neste ano, a primeira rodada do torneio contou com a presença de apenas um top 10: o sérvio Novak Djokovic. Ele foi um dos tenistas que se mostrou otimista com a possibilidade de um novo formato, mas pregou cautela.

- É ótimo que uma estrela de futebol como Piqué se envolva com o tênis. Ele é um grande cara e eu o respeito muito. É algo que só pode trazer coisas positivas. Existem ideias e projetos, mas o tênis é muito complexo, muitos torneios, instituições e associações. De qualquer forma isso é muito bom para o tênis – afirmou o vice-líder do ranking mundial.

O espanhol Rafael Nadal foi ainda mais crítico à estagnação da ITF, entidade de tênis responsável pela Copa Davis, diante das reclamações e pedidos dos tenistas. O vencedor de 14 Grand Slams jogou três confrontos desde 2012 e também se mostrou favorável a mudanças.

 

- Por muitos anos eles (ITF) estão estáticos. Não se moveram com o tempo ou procuraram novas soluções. Pique faz parte de um grupo que quer criar uma Copa do Mundo, o que seria um torneio ótimo e muito interessante para competir. Seria uma iniciativa fantástica se passar e espero que aconteça – analisa.

O número 1 do mundo, Andy Murray, foi outro que se posicionou a favor da alternativa apresentada. Campeão da Davis em 2015, o Murray não disputou nenhum dos dois confrontos da competição neste ano.

- Acho que é uma ideia realmente animadora. É claro que ainda há vários pontos que precisam ser trabalhados antes de colocar em prática, mas seria uma coisa muito boa. O tênis precisa de um evento como esse – opinou o bicampeão olímpico.

Mais de 120 nações da ITF se reunirão em agosto para discutir as mudanças. A primeira divisão da Copa Davis é dividida em quatro semanas em partida de cinco sets no piso de escolha do time que sedia o confronto.

 

 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2017 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo