Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Ciências e Saúde
11.04.2017 - 08h57 | Saúde
Aprenda a fazer uma boa higiene íntima e se livre do cheiro ruim e das infecções
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+

Fazer uma boa higiene íntima é fundamental para a saúde. Ela é o primeiro passo (básico mesmo) para evitarmos mal cheiro na região genital e infecções.

Segundo o presidente da Sogesp (Sociedade Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo), Paulo Giraldo, “em curto prazo a higiene é questão de bem-estar, mas e, longo prazo saúde ”.

— A vulva [parte externa do órgão genital feminino] tem pelos, produz secreções e vai deixando células mortas acumuladas. Essas células mortas acumuladas podem dar coceira, que promovem fissuras, que podem levar a promover infecções. Então, se a mulher não fizer a limpeza adequada, as consequências são coceira, mau cheiro, irritabilidade e eventualmente até dor [por infecções]; 50% das queixas das mulheres estariam resolvidas apenas coma higiene.

Como higienizar? Basta água e sabão

A dica principal é lavar com água corrente e sabonete. O médico sugere sabonete líquido, aqueles voltados para limpeza íntima, sabe? Pois, eles têm o PH ácido, parecido com da vagina da mulher e não prejudicariam a saúde íntima.

Para aquelas que acreditam que há cota máxima de uso de sabonete íntimo, dr. Giraldo é claro:

— Isso é um mito. O sabonete pode ser usado todos os dias e mais de uma vez por dia, sem nenhum problema.

O ginecologista também orienta abolir o uso do papel higiênico. Segundo o médico, o papel pode provocar irritação, coceiras e alergia.  Para quem está em casa a alternativa para retirar o resto de urina e fezes é realmente o sabão e água corrente, mas se você está na rua, a sugestão deleé utilizar os lenços higiênicos.

Saúde é vida. E íntima então....

 

 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2017 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo