Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Esportes
02.04.2017 - 19h07 | Paraíba.com
Campinense cede empate ao Sport em Recife e perde a classificação para a semi-final nos pênaltis
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+

Pelo segundo ano consecutivo, o Campinense e Sport decidiram a vaga na Copa do Nordeste nas penalidades máximas neste domingo (02). O Sport devolveu o placar do jogo de ida no Amigão, levou disputa para os pênaltis e avançou para as semifinais da Copa do Nordeste de 2017. Destaque para o meia da Seleção que fez dois golaços contra o Campinense.

No primeiro tempo Ney Franco soube corrigir os erros do jogo de ida. Entrou pressionando, fazendo um abafa impressionante, e o Campinense de Ney da Matta sentiu o golpe. O leão conseguiu o que precisava fazer ao longo do jogo e o placar de 2 a 0 já o classificava. 

Com apenas três minutos do segundo tempo Magno toca para Augusto que entra bem na linha de fundo e passa para Reinaldo Alagoano. Ele não tem ângulo. Espera Fernando Pires se posicionar e toca para trás, para um Pires que chuta forte para diminuir. Gol da coletividade. E o placar classificava o Campinense. 

Porém aos 14 do segundo tempo, Rogério chuta, a bola bate na zaga e sobra alto para Diego Souza. Ele improvisa com classe e pitadas de genialidade. Fica de costas para o gol e mete de bicicleta para ampliar mais uma vez. É um lindo gol na Ilha do Retiro e leva o jogo para os pênaltis. 

Nas cobranças o placar foi 4 x 2. Magrão defendeu o chute de Tiago Orobó e Joécio isola a bola. Dando a classificação ao Sporte que agora pega o Santa Cruz no confronto pernambucano nas semifinais.  

Não tem o que discutir! O principal herói do Sport neste domingo foi o meia Diego Souza, que se apresentou em tarde épica. Foi dele dois dos três gols do Leão. Mas não foram dois gols qualquer. O primeiro foi um lance individual em que ele invadiu a área, driblou o zagueiro e colocou com categoria lá dentro. O outro foi de bicicleta, num momento em que o jogo estava 2 a 1 e que a vaga nas semifinais estava indo para o Campinense. Pois foi com pitadas de genialidade que ele garantiu o Sport nos pênaltis, o que culminaria depois na classificação pernambucana para as semifinais.

Dois tabus foram quebrados. O Campinense enfim foi eliminado pelo Sport num mata-mata de Nordestão (nas duas outras vezes, em 2013 e 2016, o time paraibano tinha levado a melhor) e pela rimeira vez perdeu por mais de um gol de diferença uma partida em fase decisiva da competição. Foi o suficiente para a eliminação do campeão do Nordeste de 2013.

Recife se prepara agora para dois clássicos incríveis. Isto porque o Sport vai enfrentar nas semifinais o Santa Cruz, em duas partidas que promete mobilizar as massas tricolores e rubro-negras. O primeiro jogo vai ser na Ilha do Retiro e o segundo jogo vai ser no Arruda.

 

 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2017 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo