Acompanhe nossas redes sociais
e fique bem informado
Notícias | Mundo
28.12.2016 - 09h26 | Adriano Santos | Quem
Carrie Fisher disse que não havia tempo para se preparar para morte
 
  • Tamanho do texto: A-
  •  
  • A+

Carrie Fisher, que morreu na manhã de terça-feira (27), quatro dias depois de sofrer um infarto durante um voo entre Londres e Los Angeles, falou sobre o fim da vida em uma entrevista publicada pela revista Rolling Stone no dia 28 de novembro.

O assunto veio à tona quando ela foi questionada se estava em sua fase mais feliz. “Sim, não fico feliz por envelhecer, mas quais opções eu tenho? Só que aprendi muito. Confio em mim mesma, nos meus instintos, sei o que vou fazer, e o que posso ou não fazer. Passei por muita coisa e posso passar por outras mais, mas espero que eu não tenha que fazer isso. Se for necessário, estarei pronta. Não vou gostar de morrer, mas não há muito tempo para me preparar para a morte”, disse ela.

Quando lhe perguntam se ela tem medo da morte, Carrie dá uma resposta filosófica: “Tenho medo de ir morrendo. Qualquer coisa com dor ou associada à ela, eu não gosto. Já senti isso por algumas pessoas quando elas estavam morrendo e não foi nada divertido. Mas, se acontecesse comigo, eu ia gostar de ter alguém como eu ao meu lado. E eu estarei lá!”, disse, bem-humorada.

 
 
Comentários
   
   
   
©2010- 2017 . Portal Independente. Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Paula Araújo